04Jul
By: admin Ligado: Julho 04, 2019 In: Utilidade pública Comments: 0

Para quem curte pegar a estrada de moto, não tem tempo ruim: faça chuva ou faça sol, montar em uma moto e seguir viagem é tudo de bom.

Porém, o inverno está chegando para valer – especialmente no sul do país –, e o frio demanda alguns cuidados extras para os motociclistas, que estão muito mais expostos do que o pessoal que viaja de carro.

Como não queremos ninguém sofrendo em cima da moto, preparamos um breve guia com algumas dicas que vão ajudá-lo a ficar mais confortável – e com a saúde em dia – para encarar as baixas temperaturas:

Use roupas adequadas

Meio óbvio, mas tem gente que preza mais pelo estilo do que pela proteção. Expor o corpo ao vento gelado em um dia muito frio não é nada saudável: pode causar tremores, lentidão de reflexos, espasmos musculares e confusão mental – sintomas de hipotermia, ou seja, seu corpo está perdendo mais calor do que gerando, o que bagunça completamente a temperatura adequada para o funcionamento do nosso organismo.

Para evitar essa situação, abuse de isolantes térmicos e roupas tipo segunda pele, que ajudam a manter o calor do corpo. Roupas assim podem ser encontradas em lojas de artigos esportivos, montanhismo e acampamento. A segunda pele deve estar em contato com seu corpo (sem outras peças de roupa por baixo) para ser totalmente eficaz.

Por cima de tudo isso, jaquetas e calças com forro térmico também são bem-vindas, pois minimizam a perda de calor. Existem jaquetas com forro removível, que podem ser uma boa opção para rodar em qualquer clima.

Proteger as extremidades do corpo (pés e mãos) é essencial, pois elas são mais suscetíveis à perda de calor. Para manter seus pés protegidos do frio, opte por meias de tecido térmico ou impermeáveis e botas de cano alto. Se não tiver as botas, um par de polainas podem complementar a proteção.

As mãos precisam ficar aquecidas sem perder a sensibilidade para lidar com os freios e manter a firmeza nos guidões. Por conta disso, evite luvas muito grossas, que dificultem o flexionar dos dedos. Uma dica é usar uma luva térmica fina (que pode ser de lã) por baixo de uma impermeável.

Para a cabeça/rosto, a boa e velha balaclava é a melhor opção, pois protege todo o rosto do frio, sem obstruir a visão, e ainda garante que pescoço e orelhas também fiquem quentinhos. Na verdade, a balaclava é recomendada para qualquer estação, pois evita que o forro interno do capacete fique sujo ou com mau odor devido ao suor.

Por falar em capacete, o embaçamento da viseira pode se tornar um grande problema com o clima frio, pois o ar quente que expiramos condensa-se em contato com o ar gelado. Como andar de viseira aberta não é uma opção, o melhor a se fazer é aplicar uma película anti-embaçante (que pode ser encontrada em lojas de artigos para motociclistas).

Cuidados extras

Cachecol e moto não combinam! O movimento pode desenrolá-lo do seu pescoço, e uma ponta solta pode se enrolar na transmissão da moto e causar um enforcamento ou uma queda. Não use!

Alongue-se! No frio, é normal que a gente fique mais encolhido, com o corpo retesado. Isso pode causar câimbras, e só quem já sofreu disso na estrada sabe o quanto é tenso. Então, antes de subir na moto, faça uma série de alongamentos, e repita o processo em qualquer parada.

Mantenha seu corpo quente: além das roupas que mencionamos ali em cima, bebidas e alimentos quentes propiciam uma sensação de conforto e bem-estar. Então, abuse de chocolate quente, cafés, chás, sopas e caldos.

Tomando esses cuidados, você roda no frio com muito mais conforto e segurança!

Share This:

Trackback URL: http://club1903motorcycles.com.br/blog/2019/07/04/dicas-cuidados-rodar-seguranca-no-inverno/trackback/