30Mai
By: admin Ligado: Maio 30, 2019 In: Uncategorized Comments: 0

Hoje vamos conhecer um pouco sobre a vida de Bessie Stringfield, uma mulher incrível que lá na década de 1930 usou sua paixão pela estrada para quebrar barreiras, preconceitos e se tornar um marco na história do motociclismo.

A vida de Bessie Stringfield foi tão intensa que é difícil até saber sua origem exata: acredita-se que ela nasceu na Carolina do Norte, filha de pais afro-americanos, mas depois de adulta ela resolveu criar uma versão mais exótica da história, afirmando que era filha de um negro jamaicano com uma branca holandesa.

Independente de qual seja a verdadeira versão, o que importa é a vida que Bessie viveu, e ela foi um mulherão da porra! Aprendeu a pilotar aos 16 anos em uma Indian Scout 1928, apaixonou-se pelo motociclismo e fez desse o seu estilo de vida, contrariando regras de uma sociedade que a julgava tanto por ser mulher quanto pela cor de sua pele.

Isso não a impediu de dedicar sua vida ao asfalto: Bessie foi a primeira mulher afro-americana a cruzar os Estados Unidos sozinha em sua Harley-Davidson Knucklehead 1936, modelo que foi um marco na história da H-D por trazer um mecanismo inovador de válvulas suspensas. A moto que ela utilizou era semelhante à máquina abaixo:

(Fonte: Youtube)

Ao longo da II Guerra Mundial, Bessie cruzou os EUA sozinha cerca de oito vezes, atuando como mensageira civil para o exército dos Estados Unidos, transportando documentos entre bases militares e tendo de lidar com preconceito e desconfiança por onde passava.

Bessie Stringfield passou a vida sobre duas rodas, tendo cruzado fronteiras e rodado por países como Haiti, Europa e até mesmo Brasil! Ao longo de sua vida, ela teve mais de 26 motos Harley-Davidson diferentes, uma coleção invejável para qualquer fã da marca!

Bessie faleceu em 1993, mas seu legado continua vivo: seu nome integra o Hall da Fama da American Motorcyclist Association (AMA), e sua história inspira jovens motociclistas até hoje, que todo ano se reúnem para cruzar os EUA em suas Harley-Davidsons, com o intuito de honrar sua memória e passar por alguns dos lugares que ela visitou em suas viagens.

Share This:

Trackback URL: http://club1903motorcycles.com.br/blog/2019/05/30/bessie-stringfield-mulher-quebrou-barreiras-ultrapassou-preconceitos/trackback/