28Mar
By: admin Ligado: Março 28, 2019 In: Uncategorized Comments: 0

Pegar a estrada de moto é sempre uma aventura indispensável, principalmente se for para desbravar novas estradas. Eu, particularmente, adoro rodar por outros países e observar a peculiaridade que cada km proporciona. A Europa é um continente que tem muito a oferecer para nós, apaixonados pela estrada. Por isso, hoje vou dar algumas dicas para quem deseja atravessar o oceano e, em terra firme (obviamente), se aventurar sobre duas rodas. Ride now!

O roteiro ideal

Para que a sua experiência sobre duas rodas seja a mais proveitosa possível, priorize os destinos que ofereçam estradas atrativas. Uma boa opção são os Alpes Suíços e Italianos que, com seus famosos mountain passes, esbanjam estradas lindas que conectam os lados de uma montanha. Devido as grandes altitudes, a vista do cenário é pra lá de privilegiado e vai de florestas densas à picos nevados. Além do mais, a travessia de um mountain pass é incrível, divertida e radical.

Se você decidir passar pela Itália, vale a pena rodas pelas rodovias Passo Dello Stelvio e Tre Croci. As curvas sinuosas italianas que permitem explorar o lado esportivo do motociclismo e, de quebra, contemplar vistas inigualáveis. Ah! Passo Gavia, Passo Tonale e Passo Mendola também são estradas que cativam qualquer motociclista.

Passo dello Stelvio, na Itália, Europa

Passo dello Stelvio, na Itália

As montanhas italianas do Passo Tre Croci, Europa

Montanhas italianas do Passo Tre Croci

Se você quer algo chocante na sua tour pela Europa, a Romênia cumpre muito bem o requisito. A estrada Transfagarasan é surreal e se encaixa perfeitamente no corpo da montanha. As curvas são bem fechadas e a vista é um bônus e tanto!
Transfagarasan, na Romênia

Transfagarasan, na Romênia

Acerte na escolha da estação do ano

Saber escolher a estação do ano ideal para as cidades que irá passar é um ponto determinante da sua viagem. As meias estações, de março a maio ou de setembro a novembro são ótimas para viajar de moto pela Europa. Isso não faz tanta diferença se você for passar pelos Alpes, pois lá as temperaturas são congelantes até mesmo no verão.

Estude o destino e estradas

Quem nunca foi deixado na mão pelo próprio GPS? Se tratando de uma aventura pela Europa, o melhor mesmo é se previnir caso contratempos aconteçam. Uma dica valiosa é que você ande sempre com um mapa na bagagem se por um acaso o GPS falhar.

Antes de cair na estrada, verifique as rotas no Google Maps e avalie distâncias. Fique atento as condições das estradas, pedágios, clima, postos de combustível, restaurantes e hotéis.

Conforto na moto, cuidados mecânicos e segurança

Não é de hoje que falo aqui sobre o conforto na moto durante viagens. O assento é o acessório que faz total diferença nesse quesito. Além disso, tenha cuidado com a postura, leve as roupas adequadas e faça paradas a cada 90 minutos para se movimentar. E claro, não esqueça os esquipamentos de segurança.

Falando em mecânica, alguns ítens básicos como calibragem dos pneus, nível de óleo do motor, fluído de freios e água do radiador devem sempre estar em dia para a sua moto percorrer longas distâncias. Independente da revisão em dia, um kit de “primeiros socorros” na bagagem é indispensável.

Seja um adepto do “slow travel”

Você já ouviu falar do Slow travel? Bom, digamos que é mais que uma forma diferente de viajar, mas sim, uma filosofia de vida. É basicamente viver o aqui agora, diminuir o ritmo e viver mais e melhor. É o incentivo a conexão com as pessoas, lugares e com a cultura local. Para ter uma experiência slow, basta se desprender um pouquinho de algumas coisas e viajar sem pressa. É uma delícia!

Seja para Europa ou para uma cidadezinha vizinha da sua, viajar de moto é sempre um programa libertador. Me conta: qual será o seu próximo destino?

Share This:

Trackback URL: http://club1903motorcycles.com.br/blog/2019/03/28/tour-pela-europa/trackback/